Polícia Federal prende homem foragido que participou da Chacina de Unaí, em Minas Gerais

A cúpula do Exército decidiu que vai esperar o fim das investigações da Polícia Federal para tomar providências contra os militares suspeitos de participarem de um plano de golpe de Estado,

O Código Penal Militar define que o militar condenado à prisão por tempo superior a dois anos deverá perder o posto e a patente. Nesse caso, o Ministério Público Militar terá de apresentar um pedido à Justiça Militar para os oficiais serem expulsos do exército.

#JornaldaCultura #JC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo